lançamento lançamento lançamento lançamento lançamento lançamento
lançamento lançamento lançamento lançamento lançamento lançamento

Região do Cerrado Mineiro participa do World of Coffee 2024, em Copenhague

Gláucio de Castro e Juliano Tarabal (Crédito: RCM)
Gláucio de Castro e Juliano Tarabal (Crédito: RCM)

RCM estará presente no estande do projeto setorial “Brazil, The Coffee Nation”. Evento destaca cafés especiais brasileiros e promove novas safras

A Região do Cerrado Mineiro (RCM), reconhecida internacionalmente pela produção de cafés especiais de alta qualidade e sua Denominação de Origem (DO), está pronta para marcar presença no World of Coffee 2024. O evento acontece de 27 a 29 de junho em Copenhague, Dinamarca, e é um dos mais importantes no calendário mundial de café, prometendo reunir os principais países produtores, especialistas, torrefações, exportadores, importadores e baristas de renome internacional.

Em iniciativa conjunta com a Associação Brasileira de Cafés Especiais (BSCA) e outras 13 regiões brasileiras com Indicação Geográfica (IG), a RCM estará presente no estande do projeto setorial “Brazil, The Coffee Nation”. Este projeto é fruto de uma parceria entre a BSCA e a Apex-Brasil, visando promover as regiões brasileiras com IGs. Segundo Juliano Tarabal, diretor executivo da Federação dos Cafeicultores do Cerrado, “o Mercado Europeu é o maior para cafés com Denominação de Origem da Região do Cerrado Mineiro. Nossa presença no estande do Brasil, junto às demais Regiões com Indicação Geográfica, reforça nosso posicionamento neste mercado e contribui para fortalecer o conceito da Marca e da Denominação de Origem da Região do Cerrado Mineiro”.

No estande dedicado ao Brasil, os visitantes terão a oportunidade de conhecer e degustar cafés com Indicações Geográficas, incluindo os renomados grãos da Região do Cerrado Mineiro. Este espaço permitirá que as regiões com IGs apresentem suas particularidades, fornecendo informações detalhadas sobre suas origens e processos de produção. Vinicius Estrela, diretor executivo da BSCA, ressalta que “a parceria entre a BSCA e as regiões com origem controlada, evidencia atributos do café especial produzido no Brasil, destacando a diversidade sensorial, a rastreabilidade e o compromisso com a sustentabilidade”.

A Expocacer, maior cooperativa exportadora de cafés do Sistema Região Cerrado Mineiro, também estará presente no evento. A cooperativa apresentará um portfólio diversificado com 40 lotes de cafés especiais produzidos por seus cooperados. Sandra Moraes, Gerente de Cafés Especiais da Expocacer, destaca a importância da feira: “A World of Coffee não apenas celebra a excelência do café, mas também representa uma oportunidade única de compartilhar e apreciar o trabalho dedicado de nossos cooperados. Estaremos apresentando os primeiros cafés da nova safra colhida em 2024, demonstrando o potencial de qualidade da nossa Região”.

Durante o evento, a Expocacer e seus cooperados participarão de rodadas de cuppings, possibilitando que os visitantes conheçam os cafés e os produtores. A feira também contará com campeonatos mundiais de café, premiações de design de marca e embalagem de café, salas de cupping, palestras, oficinas e espaços inclusivos para intercâmbio de conhecimentos e contatos dentro da indústria do café.

Pesquisa realizada pela Brainy Insights revelou que a Europa é um importante polo para os cafés especiais, com participação de 46,21% da receita global registrada em 2021. O continente europeu é também o principal destino das exportações de café do Brasil, representando mais de 50% dos embarques. Na Expocacer, a Europa representa cerca de 30% da destinação de cafés especiais da cooperativa. “O mercado europeu é um dos principais compradores de cafés dos produtores da Expocacer. É um mercado alinhado com os produtos que a cooperativa tem a oferecer, que tem como pilares a qualidade dos grãos e as práticas sustentáveis na produção”, complementa Sandra Moraes.

De acordo com a BSCA, o mercado brasileiro de cafés especiais é promissor, com crescimento de cerca de 15% ao ano. Este crescimento é impulsionado pelos atributos exclusivos do café brasileiro, incluindo a diversidade, a qualidade, a rastreabilidade e as práticas sustentáveis.

O World of Coffee 2024 em Copenhague promete ser um marco importante para a promoção dos cafés especiais da Região do Cerrado Mineiro, fortalecendo sua presença no mercado europeu e consolidando sua reputação como uma das principais regiões produtoras de café especial do mundo.