Podcast YouTube
Podcast Spotfy
Slide
Slide

Verde Agritech apresenta nova geração de fertilizantes no DF

Cristiano Veloso, CEO da Verde Agritech, diante da uma das fábricas da empresa, em São Gitardo/MG (Foto: Verde Agritech)
Cristiano Veloso, CEO da Verde Agritech, diante da uma das fábricas da empresa, em São Gitardo/MG (Foto: Verde Agritech)

Soluções inovadores e sustentáveis da Verde Agritech para nutrição vegetal estarão na AgroBrasília 2023. A empresa é pioneira em aditivar microrganismos nos fertilizantes

Serviço:

  • Agro Brasília – Feira de Tecnologia e Negócios do Agro 
  • Local: Parque Tecnológico Ivaldo Cenci  
  • Endereço: BR 251 km 5 – PAD-DF, Rod. Júlio Garcia – Paranoá, Brasília – DF, 71589-899 
  • Data: de 23 a 27 de maio de 2023

 

A Verde Agritech, empresa com maior capacidade de produzir potássio do Brasil e primeira no mundo a aditivar microrganismos no fertilizante, irá participar da AgroBrasília 2023, feira de tecnologia e negócios. A empresa, que produz fertilizantes em duas fábricas localizadas em São Gotardo, no Alto Paranaíba (MG), vai aproveitar o evento, realizado entre os dias 23 e 27 de maio, para divulgar a linha de produtos da empresa, formada pelo K Forte®, BAKS®, Silício Forte e o lançamento mais recente, BAKS® Grãos, direcionado para lavouras de soja e milho. 

“Brasília tem um posição geográfica estratégica, porque fica na fronteira com o Matopiba (sigla que reúne os Estados de Maranhão, Tocantins, Piauí e Bahia), importante região agrícola e que tem dado saltos de produtividades”, comenta Cristiano Veloso, CEO da Verde Agritech. “Temos fertilizantes inovadores, sustentáveis e financeiramente viáveis que podem contribuir para a eficiência nas fazendas brasileiras”. 

Para oferecer esta nova geração de fertilizantes, a Verde Agritech já investiu mais de meio bilhão de reais em pesquisa e produção de fertilizantes minerais a base de potássio, e é hoje a maior fabricante do mundo de fertilizantes aprovados para agricultura orgânica.  

“Investimos em ciência para trazer ao agricultor, herói brasileiro, fertilizante de base tecnológica, superior ao importado e produzido de forma sustentável”, destaca Veloso. 

O fertilizante da Verde Agritech tem liberação gradual, não se perde por lixiviação, não compacta e não saliniza o solo, além de preservar a microbiota da terra. Desde 2022, a empresa tem capacidade para produzir três milhões de toneladas de fertilizantes e anunciou investimentos de R$ 275 milhões para construção de uma terceira unidade produtiva, que fará com que a empresa atinja até 16,4% da demanda nacional por potássio. O projeto contempla outras fases de investimento, podendo chegar a 60% de todo potássio que o Brasil necessita.  

“O Brasil ainda é superdependente do cloreto de potássio importado, e a participação na AgroBrasília é uma oportunidade de mostrar como nosso produto é superior ao importado, com tecnologia proprietária, assegurando maior disponibilidade do nutriente às plantas”.  

Durante a feira, os agricultores poderão ter acesso a preços especiais, garantindo redução no custo de produção por hectare.

 

 

(Com assessoria de imprensa da Verde Agritech)