Podcast YouTube
Podcast Spotfy
Slide
Slide

Reflexões sobre Felicidade e Água: Um olhar a partir do Mundo Rural

Dia Mundial da Água é momento de refletir (Crédito: Freepik)
Dia Mundial da Água é momento de refletir (Crédito: Freepik)
Este é um excelente momento para uma reflexão que tenho feito ao longo de toda minha experiência profissional e de vida

Esta sexta-feira, dia 22 de março, Dia Mundial da Felicidade e Dia da Água, é um excelente momento para uma reflexão que tenho feito ao longo de toda minha experiência profissional e de vida. 

Sou de Belém, e até a minha adolescência só conhecia praia de água doce, achava que todo calor era úmido e que todo dia depois do almoço tinha que chover. Minha relação com a água sempre foi de muita abundância e pouca preocupação com a sua escassez. A maturidade e o conhecimento me trouxeram a importância da água no mundo e as diferenças existentes em relação ao uso e consumo no Brasil (Imagina no Mundo?).

Caminhando por essa jornada que o agro me proporciona, seja atuando no desenvolvimento de pessoas do café, leite, soja ou semente de capim, tive um insight em relação ao que leva os produtores rurais possuir um nível de felicidade e bem-estar diferente das outras pessoas. Percebi que existem quatro padrões de comportamentos positivos que os mantêm com estes níveis elevados.

A Resiliência é um comportamento desenvolvido com o uso de muitas habilidades, e as principais vêm a partir do autoconhecimento, conhecimento da propriedade e do ciclo da natureza. Todo produtor rural é capaz de enfrentar os desafios e instabilidades naturais e de mercado, e por isso, possuem a habilidade ressignificar as situações com mais facilidade do que a maioria das pessoas.

A Gratidão é reconhecer a imensidão e a grandiosidade da natureza, é o elo de união do ser humano com Terra. É olhar o nascer do Sol e os sons das abelhas, e perceber o valor sobre tudo aquilo e o porquê da importância do legado que quer deixar, para os seus herdeiros, e do seu papel na construção de um planeta mais sustentável.

Respeito aos ciclos, apesar de saber que em Belém chovia todos os dias depois do almoço, no meio rural não é possível ter esse controle. O tempo de plantar, irrigar, adubar e colher precisa ser respeitado. A falta de controle em relação a todas as variáveis que a natureza pode apresentar e o que o mercado pode os expor, contribui para pouca probabilidade de desenvolver ansiedade.

E por fim, complementando os demais comportamentos, temos a Esperança. Todos os seres humanos possuem este gene no DNA. Produtores rurais possuem uma dose extra, pois plantam na esperança de chuva, adubam na esperança da nutrição ideal e plantam na esperança de colheita farta e abundante. 

E qual a relação entre água e felicidade? Ambas são fundamentais para a perpetuação da nossa espécie. Sem água nosso corpo não sobrevive, pois não nos hidratamos e não temos produção de alimentos. Sem felicidade e bem-estar, nossa alma não sobrevive, pois não reconhecemos sentido, propósito e nos afastamos dos relacionamentos que nos nutrem.