Podcast YouTube
Podcast Spotfy
Slide
Slide

Sekita Agronegócios: 4º maior produtor de leite do Brasil

Gigantes do Leite: Forbes divulga os 10 maiores produtores de leite do Brasil, segundo o Ranking da MilkPoint Top 100/2023

Um artigo da Forbes, do dia 31 de março deste ano, apresentou os dez maiores produtores de leite do Brasil, responsáveis pela venda de 240,7 milhões de litros aos laticínios em 2022 – um aumento de 14% em relação ao ano anterior. Esses números fazem parte do Milkpoint Top 100/2023, um ranking organizado pela consultoria especializada na cadeia leiteira, MilkPoint Ventures.

Os maiores produtores de leite do Brasil em 2022 estão impulsionados por tecnologia e eficiência, de acordo com Marcelo Pereira de Carvalho, diretor da Milkpoint e criador do ranking. Ele ressalta que esses produtores representam a ponta do iceberg da produção de leite no país, que está se tornando cada vez mais tecnificada e altamente produtiva.

Os principais produtores de leite estão concentrados em três estados brasileiros: São Paulo, Paraná e Minas Gerais. A Fazenda Colorado, localizada em Araras (SP) e pertencente aos herdeiros do fundador Lair Antonio de Souza, ocupou o primeiro lugar no ranking com uma produção de 33,8 milhões de litros em 2022, o que equivale a uma média diária de 92.657 litros de leite. Em segundo lugar, a Melkstad Agropecuária Ltda, em Carambeí (PR), produziu 30,5 milhões de litros de leite, seguida pela Orostrato Olavo Silva Barbosa, em Tapiratiba (SP), com 28,4 milhões de litros.

Os dados apresentados pela Forbes também destacam a produção de leite no Alto Paranaíba, com duas empresas fortes na região: Júlio André de Oliveira, de Tiros, ficou em sétimo lugar, com uma produção de 19,7 milhões de litros e a Sekita Agronegócios, de São Gotardo, em quarto lugar no Ranking, com 27,5 milhões de litros produzidos.

O produtor José Henrique Pereira, de Três Corações, e o Grupo Cabo Verde, de Passos, ambos em Minas Gerais, também entraram na lista, entre os dez maiores produtores de leite do país.

Sekita Agronegócios: Sucesso como resultado da dedicação dos colaboradores e alta genética do gado

Makoto Sekita, da Sekita Agronegócios, ressalta que o sucesso da produção se baseia na combinação de três pilares essenciais: genética, alimentação e conforto do gado. Ele atribui o destaque da produção leiteira à dedicação da equipe que atua na empresa.

Para Makoto, o melhoramento genético é um item crucial na produção leiteira, que é destinada exclusivamente ao mercado nacional. Ele explica que a manutenção da qualidade e quantidade da produção é uma preocupação constante, com a equipe técnica empenhada em garantir que os três pilares sejam mantidos, permitindo assim que a produção seja sustentável e rentável.

A fazenda da empresa utiliza raça holandesa pura, que é geneticamente melhorada, e atualmente conta com 1850 a 1900 cabeças de gado e, de acordo com Makoto, há planos de expansão para aumentar ainda mais a produção.