Podcast YouTube
Podcast Spotfy
Slide
Slide

Região do Cerrado Mineiro realiza primeiro leilão virtual de café

Pioneiro em Denominação de Origem, café da RCM amplia internacionalização (Foto: RCM)
Pioneiro em Denominação de Origem, café da RCM amplia internacionalização (Foto: RCM)

Foco do leilão é o mercado internacional. Pregão online ocorrerá entre 29/1 e 2/2, para cerca de 50 compradores

Presente em todos os continentes e pioneiro em Denominação de Origem, o café produzido pela Região do Cerrado Mineiro (RCM) dá um importante passo para ampliar a internacionalização da marca, abrindo uma conexão direta com o consumidor final do exterior. A Federação dos Cafeicultores do Cerrado realizará o primeiro leilão virtual Prêmio Região do Cerrado Mineiro.

Em iniciativa inédita, o pregão online ocorrerá entre 29 de janeiro e 2 de fevereiro, com a comercialização de 11 lotes de café. Entra no leilão a parte complementar dos lotes disponibilizados no Leilão Café Solidário, promovido em novembro, por ocasião do 11º Prêmio da RCM, em Uberlândia (MG).

Nesta primeira edição do leilão virtual da RCM, serão ofertadas 17 sacas de 60 kg de café da categoria Natural, nove Cereja Descascado e três de Fermentação Induzida.

Por meio da plataforma M-Cultivo, torrefadores e cafeterias de referência no mercado global do café terão a oportunidade de experimentar a diversidade dos sabores produzidos pela RCM. A Cooperativa dos Cafeicultores do Cerrado (Expocacer) será o canal exportador, cuidando também da estratégia comercial para envolver outros exportadores e importadores credenciados junto à Federação.

Juliano Tarabal, diretor executivo da Federação dos Cafeicultores do Cerrado, lembra que o projeto vem sendo estudado há alguns anos, tendo como meta ampliar a internacionalização da marca e do café do Cerrado Mineiro. A ideia é atingir cerca de 50 compradores internacionais no leilão virtual. “Estamos dando este passo, através do leilão via plataforma digital, que amplia nossas conexões, levando toda a história dos produtores do Cerrado Mineiro para diferentes mercados. Nesta edição, daremos foco nos Estados Unidos, Europa e Oriente Médio”, diz.