Podcast YouTube
Podcast Spotfy
Slide
Slide

UFLA terá Centro de Referência em Análise de Qualidade de Cachaça

Proposta é identificar as cachaças produzidas em cada região e agregar valor à bebida (Foto: Freepik)
Proposta é identificar as cachaças produzidas em cada região e agregar valor à bebida (Foto: Freepik)

Universidade Federal de Lavras ganha centro de referência para análise de cachaça. Projeto vai avaliar qualidade das bebidas de todo o país

 

A Universidade Federal de Lavras (UFLA) receberá um investimento de R$3.690.433,05 para a criação do Centro de Referência de Análise de Qualidade de Cachaça (CRAQC). O projeto “Reestruturação e Implementação de um Centro de Referência em Análise de Qualidade de Cachaça” foi aprovado pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais (Fapemig) e tem como objetivo diagnosticar a qualidade das cachaças em relação à sua composição química, interesse econômico e saúde pública.

O CRAQC atenderá não só os produtos fabricados em Minas Gerais, mas também de todo o Brasil, e realizará um mapeamento da bebida em todo o Estado. A ideia é identificar as cachaças produzidas em cada região e agregar valor à bebida, melhorando sua qualidade e combatendo fraudes comuns no setor.

O projeto é grandioso e robusto, apoiado pela Secretaria do Estado da Agricultura e pela Secretaria do Desenvolvimento Econômico. A coordenadora do CRAQC, professora Maria das Graças Cardoso, destaca que o laboratório inovador contará com equipamentos modernos e funcionários extremamente capacitados.

O presidente da Fapemig, Paulo Sérgio Lacerda Beirão, demonstrou satisfação em participar desse marco histórico para a Universidade e para o Estado de Minas Gerais. “A produção da cachaça de alambique é uma atividade que tem potencial enorme para o Estado e para o país, e saber que teremos um Centro que será referência na análise deste produto, e que contribuirá em termos de produção de uma cachaça refinada, exportação, gerar rendas, inclusive, prestígio para o país no exterior, é uma satisfação enorme. E a UFLA tem um papel de liderança nisso”, destaca.

Para o secretário da Agricultura, Pecuária e Abastecimento de Minas Gerais (Seapa), Thales Almeida Pereira Fernandes, essa parceria é fundamental para um produto símbolo do Estado, pois “vai gerar resultados que farão com que mais produtores venham para a formalidade, tenham interesse em registrar os seus estabelecimentos, ganhar o mercado, renda, e gerar emprego”.

O vice-reitor da UFLA, professor Valter Carvalho de Andrade Junior, enfatiza a dedicação da professora Maria das Graças em propor melhorias no processo de produção da cachaça. “Ter um Centro que será referência na análise da cachaça, e que não alcançará apenas Minas, mas todo o Brasil, é de extrema importância para a UFLA.”

Com esse investimento, a UFLA se tornará referência na análise da qualidade da cachaça e contribuirá para o desenvolvimento econômico do Estado e do país.