Podcast YouTube
Podcast Spotfy
Slide
Slide

Fertilizantes: EuroChem investe US$ 1 bi em Serra do Salitre

Vista parcial do Complexo de Serra do Salitre (Foto: EuriChem)
Vista parcial do Complexo de Serra do Salitre (Foto: EuriChem)

É a primeira unidade de mineração da companhia fora do continente europeu. Produção deve atender 15% da demanda brasileira

A EuroChem inaugurou sua primeira unidade de mineração fora da Europa nesta quarta-feira, dia 13, em Serra do Salitre, no Triângulo Mineiro. O complexo tem capacidade para fornecer 1 milhão de toneladas de fertilizantes fosfatados por ano. O volume representa 15% da produção nacional e atenderá à agricultura brasileira. O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) participou da inauguração, junto com o vice-presidente Geraldo Alckmin (PSB) e alguns ministros, entre os quais Alexandre Silveira, das Minas e Energia (PSD).

Atuando no Brasil desde 2016, a EuroChem é líder mundial na produção de fertilizantes nitrogenados, fosfatados e potássicos.

Perfil de rochas fosfatadas em Serra do Salitre

Além da principal fonte – as rochas fosfatadas –, produzir fertilizantes fosfatados requer oferta suficiente de fósforo, ácido sulfúrico, enxofre, amônia, potássio e micronutrientes.

A região de Serra do Salitre tem grande reserva de rochas fosfatadas, de acordo com o Ministério de Minas e Energia, a Agência Nacional de Mineração e a Embrapa. No entanto, ainda é necessário investir em infraestrutura logística e na produção de insumos básicos, como ácido sulfúrico, enxofre e amônia, para se tornar um polo realmente competitivo de produção de fertilizantes.

A implantação do complexo da EuroChem vai potencializar a produção.