Podcast YouTube
Podcast Spotfy
Slide
Slide

Agro tem recorde de exportações de janeiro e março de 23

Exportações brasileiras do agronegócio têm recorde entre janeiro e março de 23 (Foto: Tânia Rego/Agência Brasil)
Exportações brasileiras do agronegócio têm recorde entre janeiro e março de 23 (Foto: Tânia Rego/Agência Brasil)

Dados do Ministério da Agricultura e Pecuária indicam que o setor alcançou US$ 82,80 bilhões. O valor representa crescimento de 4,5% em relação ao mesmo período do ano anterior

O agronegócio brasileiro registrou um novo recorde nas exportações no primeiro semestre deste ano. De acordo com dados divulgados pelo Ministério da Agricultura e Pecuária (Mapa), o setor alcançou o valor de US$ 82,80 bilhões, representando um crescimento de 4,5% em relação ao mesmo período do ano anterior.

A alta no índice de quantum (+8%) foi responsável pelo aumento no valor da série histórica, uma vez que o índice de preços caiu 3,2% no período. Em junho deste ano, as exportações do agronegócio somaram US$ 15,54 bilhões, registrando um recuo de 0,6% em relação ao mesmo mês do ano anterior.

Apesar disso, diversos recordes foram observados no setor, como na soja em grãos (valor e quantidade), açúcar de cana em bruto (valor), carnes bovina e de frango in natura (recordes em quantidade) e celulose (recorde em quantidade).

A participação das exportações do agronegócio no total da balança comercial de junho foi de quase 52%, já que a redução das exportações dos demais produtos foi superior (-15,7%).

O resultado reforça a importância do agronegócio para a economia brasileira e destaca o papel do setor como um dos principais motores de crescimento do país. Com a expansão das exportações, o Brasil se consolida como um dos maiores produtores e exportadores de alimentos do mundo.

No entanto, é preciso estar atento às questões ambientais e sociais envolvidas na produção agropecuária. É fundamental que o setor adote práticas sustentáveis e responsáveis, garantindo a preservação do meio ambiente e o bem-estar dos trabalhadores rurais.

Com a adoção de medidas adequadas, o agronegócio brasileiro pode continuar a crescer e se desenvolver, contribuindo para a geração de emprego e renda no país e para a segurança alimentar global.