Podcast YouTube
Podcast Spotfy
Slide
Slide

Agricultura regenerativa: um olhar humano e sustentável

Aveia (Julia X_Media/Pixabay)
Aveia (Julia X_Media/Pixabay)

A palavra do momento na agricultura é REGENERATIVA! Fico feliz que estejamos em uma fase em que podemos utilizar a “tecnologia” de ponta provida pela natureza para manter produtivas e saudáveis as lavouras de todos os lugares. No entanto, o que me chama atenção é como tomar essa decisão para chegar a esse formato de agricultura.

Normalmente, essas propriedades começam esse formato de agricultura com uma pergunta que muitas vezes é latente e que impulsiona essa mudança de forma de gestão e cultura da propriedade: Por que essa conta não está fechando? Estes dias, conversei com uma produtora que me trouxe muitos insights, especialmente quando ela fez essa pergunta olhando para a propriedade.

Ao ouvir essa pergunta, parei para refletir sobre tudo o que já conhecia sobre ela e, especialmente, sobre os valores usados para tomar as decisões dentro da propriedade. Percebi que ela sempre teve um olhar muito atento não só para o produto final, no caso café, mas também um olhar holístico sobre a propriedade. Nas observações feitas por ela e pelo seu marido, para construir essa gestão que fechasse as contas e que tivesse o “regenerar” que eles queriam, vinha também um olhar atento para os trabalhadores, dando atenção e reformando suas moradias, seus locais de convívio, como estavam os relacionamentos entre as famílias, etc. Na verdade, eles queriam muito promover o bem-estar daquelas pessoas, pois eles também eram responsáveis pela construção daquele ambiente.

No final de toda essa história, o que me chamou atenção foram:

1. A humanidade daquela família. Mas se todos nós somos humanos, por que é tão surpreendente? É um fato, no entanto, que muitas vezes esquecemos de nos comportar como seres humanos. Essa família tem um olhar empático, genuíno, virtuoso, compassivo e para as futuras gerações.

2. Confiança entre o casal. O casal possui um elo de conexão, confiança e admiração tão sólido que seus propósitos estavam alinhados, e eles não perdiam tempo tentando convencer um ao outro; eles investiam tempo em como tirar do papel os sonhos deles. Além disso, neste casal, existia uma força muito poderosa chamada admiração mútua.

3. Crença nos sonhos. A ideia de transformar a propriedade em um ambiente verdadeiramente inovador fez com que as atitudes fossem ativadas com muita força. Por mais que houvessem opiniões contrárias e até mesmo falta de apoio, o acreditar, persistir, resistir e seguir foi mais forte do que qualquer dificuldade.

Resumindo, ao ler esta humilde opinião, inspire-se… não apenas nas habilidades técnicas, mas nas habilidades de SER HUMANO; esse é o padrão de comportamento que devemos reproduzir. Ahhh… e como resultado dessa dedicação de anos de trabalho, a fazenda hoje é referência da região em agricultura regenerativa e ESG.