Podcast YouTube
Podcast Spotfy
Slide
Slide

Reportagem especial: Fazenda Três Meninas é referência em sustentabilidade e qualidade no café

Fazenda Três Meninas implementa práticas agrícolas inovadoras de sustentabilidade ambiental e resiliência da produção (Crédito: Fazenda Três Meninas)
Fazenda Três Meninas implementa práticas agrícolas inovadoras de sustentabilidade ambiental e resiliência da produção (Crédito: Fazenda Três Meninas)

Argumento e texto: Rodolfo de Souza
Imagens e pós-produção de vídeo: Paulo Henrique Sousa

Ser recebido no comecinho do dia com sorrisos e um belo café da manhã na Fazenda Três Meninas é um privilégio para poucos. Na manhã de sexta-feira, 26 de abril, a equipe do 100PORCENTOAGRO foi conhecer a fazenda, localizada em Monte Carmelo, na Região do Cerrado Mineiro, considerada um modelo de agricultura sustentável e produção de café de alta qualidade. Nossa anfitriã, Paula Curiacos, e o marido dela, Marcelo Urtado, são os responsáveis pelo sucesso do empreendimento, que extrapolou fronteiras.

Reconhecida internacionalmente por suas práticas inovadoras e compromisso com o meio ambiente, a propriedade se tornou referência no setor cafeeiro. Esta reportagem trata de pioneirismo em práticas sustentáveis, compromisso com a sustentabilidade, reconhecimento no exterior e impacto na imagem do Cerrado Mineiro.

Desde 2016, a Fazenda Três Meninas implementa práticas agrícolas inovadoras de sustentabilidade ambiental e resiliência da produção. A propriedade colabora com universidades e institutos de pesquisa. Por meio de parcerias e consultorias locais, trabalha técnicas de pós-colheita que resultam em lotes de excelência e microlotes exclusivos.

A utilização de tecnologia de ponta na pós-colheita e estudos em fermentação controlada garantem a qualidade superior do café. A fazenda possui diversas certificações que comprovam seu compromisso com a sustentabilidade, como a Rainforest Alliance, o Regenerativo Regenagri, Carbono Neutro e SAT Certifica Minas.

Na Fazenda Três Meninas, são rotineiras as boas práticas agrícolas de equilíbrio ambiental, como corredores de biodiversidade, uso de fertilizantes orgânicos e meliponários, são implementadas na propriedade. A propriedade é carbono neutro, ou seja, não contribui para o aumento das emissões de gases de efeito estufa.

Recentemente, a Fazenda Três Meninas foi finalista do Prêmio de Sustentabilidade da Specialty Coffee Expo 2024, um dos eventos mais importantes do setor cafeeiro global. Este reconhecimento evidenciou o impacto positivo das práticas da fazenda no meio ambiente e na sociedade. A presença da Três Meninas entre os finalistas, sendo a única propriedade familiar, demonstra o impacto significativo dessas boas práticas, e consolida a fazenda como referência global na agricultura moderna.

A conquista reforça o foco dos cafeicultores da Região do Cerrado Mineiro na busca incessante de práticas cada vez mais regenerativas. Durante a Specialty Coffee Expo 2024, um comprador inicialmente interessado no café colombiano mudou sua preferência para o café da Três Meninas. O fato comprova o impacto significativo da qualidade e da sustentabilidade do café da Fazenda Três Meninas, mesmo em comparação com um país tradicionalmente reconhecido pela qualidade do café.

Reportagem especial

A conversa com Paula Curiacos girou em torno da relação perfeita entre a cafeicultura sustentável com alta produtividade e baixo uso de insumos químicos. Paula fala sempre em compartilhar conhecimento e mobilizar mais produtores nessa tendência sustentável.

A produtora conta sobre como foi chegar à final do Prêmio de Sustentabilidade da Specialty Coffee Expo 2024 e como isso impacta a fazenda. Fala das práticas inovadoras adotadas desde 2016 e da conexão entre essas práticas e a produção de café carbono neutro.

“O Cerrado está muito engajado nesta agricultura regenerativa porque ele tem visto os benefícios acontecerem de fato nas suas fazendas. A gente escuta frases do tipo: ‘transformei a minha fazenda; agora a minha fazenda está melhor’. Então, isso reflete, na prática, os resultados dessa agricultura”, diz Paula Curiacos.