Podcast YouTube
Podcast Spotfy
Slide
Slide

Autorizada linha férrea da Verde em São Gotardo e Matutina

Locomotiva da VLI, controladora da Ferrovia Cetro Atlântica, que opera a malha
Locomotiva da VLI, controladora da Ferrovia Cetro Atlântica, que opera a malha

Trecho foi liberado pela Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) e  Ministério da Infraestrutura. Projeto prevê o escoamento de até 50 milhões de toneladas de fertilizantes por ano 

 

A Verde Agritech, empresa de tecnologia fabricante de fertilizantes potássicos, recebeu autorização da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) e do Ministério da Infraestrutura para a construção de um ramal ferroviário em Minas Gerais. O projeto visa o escoamento de até 50 milhões de toneladas por ano dos fertilizantes potássicos K Forte e BAKS das instalações da empresa em São Gotardo e Matutina até a cidade de Ibiá, no Triângulo Mineiro. A linha férrea será interligada a uma rede ferroviária que conecta sete estados e o Distrito Federal, parte administrada pela Ferrovia Centro Atlântica (FCA).

Em seu perfil no LinkedIn, o CEO da Verde Agritech, Cristiano Veloso, afirmou que as minas da empresa possuem o maior depósito de potássio identificado no Brasil, com 3,32 bilhões de toneladas, em conformidade com a norma NI 43-101. O projeto contribui para reduzir a dependência brasileira pelo potássio importado. Além disso, o potássio produzido pela companhia é livre de cloro, o que contribui para melhorar a microbiota do solo.

A autorização para o ramal ferroviário foi publicada no Diário Oficial da União na terça-feira (12). A Verde Agritech aguarda para assinar um contrato com a ANTT para uso da ferrovia em regime privado e, em seguida, iniciará os estudos ambientais e de engenharia para o projeto. 

A empresa tem investido em tecnologia moderna e exclusiva para produzir fertilizantes de qualidade. Com investimentos de mais de meio bilhão de reais nos últimos anos, a Verde Agritech garante fertilizantes aos agricultores, responsáveis por alimentar o Brasil e o mundo. A construção do ramal ferroviário é mais um passo importante para a empresa inovar e investir em soluções sustentáveis para o agronegócio.

Atualmente, a Verde Agritech possui duas plantas em operação, com capacidade de produzir anualmente até 3 milhões de toneladas de fertilizantes. No ano passado, a empresa anunciou investimentos de R$ 275 milhões para a construção da terceira planta, elevando a capacidade de produção para 13 milhões de toneladas ao ano. Com a construção do ramal ferroviário, a empresa poderá expandir ainda mais sua capacidade produtiva e contribuir para o desenvolvimento do setor agrícola no país.